X

«Não acho que se vá fazer já o funeral à indústria»

No último dia, a caravana têxtil da IACDE foi até Barcelos e deu provas de que ainda acreditava no poder da inovação.

A indústria têxtil tem centenas de anos de tradição, mas isso não quer dizer que não esteja já com os pés firmes no futuro. Luca Mosso, da construtora italiana de máquinas Macpi, esteve no encerramento da convenção da International Association of Clothing Designers and Executives (IACDE), “The Apparel Caravan Next Stop: Digitalization”, que teve lugar de 26 a 29 no Porto, e afirmou não concordar com algumas previsões, como a de François Rousseau, diretor-geral da Chargeurs Fashion Technologies, que acredita que esta questão é complicada para a indústria (ver Não sejam robôs. Sejam humanos. E boa sorte). «Há inovação no tecido, design, fechos e outras coisas, e por isso não acho que se vá fazer o funeral à indústria. É isto tudo junto que faz a inovação», referiu.

 

Read more

 

NO COMMENTS ON THIS POST To “«Não acho que se vá fazer já o funeral à indústria»”

Leave a Reply

Logout